Domingo, 19 de Fevereiro de 2006

SYRIANA

syriana
SYRIANA

A palavra diz-vos algo?

Pois a mim também não, e posso-vos dizer que não foi por falta de procura do significado da mesma, infrutífero eu sei mas tentei.

No entanto o filme com o nome mencionado pode definir a partida o significado da mesma.

Documentário, actualíssimo, real, duro, cru, verdadeiro e quiçá espelho de uma sociedade que ergue máscaras para tentar não ver aquilo que é óbvio a todos. Que o mundo gira e revolve em volta, não ao contrário do que diz o poeta dos sonhos, mas sim do petróleo e de todo o dinheiro, poder e influência que dele advêm.

Stephen Gaghan (realizador) consegue aqui expor algumas das realidades que todos nós conhecemos, mas que só falamos em segredo não vá o vizinho ouvi-las.

A Acção decorre em grande parte entre o triângulo dourado dos grandes países produtores de petróleo e os Estados Unidos da América. Bob vende armas a libaneses, que por sua vez as vendem a palestinianos, que por sua vez tem como objectivo derrubar os israelitas, diz-vos algo, pois que se a resposta for afirmativa vão ver, se não, não vale a pena não o irão entender de todo e até acharão que o mesmo é chato e monótono.

Aqui conseguimos ver aquilo que as bolsas financeiras não nos dizem, e aquilo que os nossos governantes, na mesquinhez do seu governo nos dizem que influencia o preço do petróleo, a instabilidade dos países produtores, e quem a cria e fomenta?, A pressão colocada pelo G8 e a OPEP para o aumento de produção do crude, e quem a aborta e a prende na sua evolução, a tentativa de descobrir novas formas de reduzir custos na produção para que o consumidor pague menos mas os produtores ganhem mais, e quem castra todas estas ideias.

Quem será o monstro que tão sábia e silenciosamente, qual maestro a dirigir a sua orquestra, consegue gerir e controlar todo este poder.

A meio do filme um dos personagens tem uma sequência de falas que para além de retratar a mestria do argumento consegue em poucas frases descrever um mundo, que é o nosso, mas que os nossos governantes o tentam esconder.
Indiciado por corrupção… Corrupção? Corrupção é a intromissão do governo em eficientes leis de mercado na forma de regulamentações. Esta é uma frase de Milton Friedman que com ela ganhou um Prémio Nobel. Nós temos leis contra a corrupção para que consigamos utilizá-la sem que ninguém perceba. Corrupção é a nossa protecção. É ela que nos protege e faz com que vivamos em paz aparente. É por causa dela que estamos aqui a balbuciar algo em vez de andarmos nas ruas á procura de comida… a corrupção é a nova medalha do século XXI.”

Assim vai o nosso mundo e já agora não se esqueçam que de cada vez que utilizamos a bomba de gasolina mais próxima para enchermos o depósito, poderemos ter sido indirectamente culpados, pelo recrutamento de um palestiniano inocente que irá aprender a utilizar um rocket americano que irá utilizar para se tornar um “Mujahedin” o que fará com que o preço dessa gasolina suba…….

publicado por digiman às 21:12
link do post | comentar | favorito
|

.Quem Sou

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. BURLESQUE

. CISNE NEGRO

. O Americano

. Jogo Limpo

. Prayers For Bobby

. Grey’s Gardens

. THE CURSE OF THE GOLDEN F...

. A RAINHA

. BABEL

. The Whale Rider

.arquivos

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds